ACADEMIA HABANOS

O Mundo do Habano

Símbolos de distinção



Quando se goza de uma reputação como a dos Habanos, não é surpreendente que pessoas menos escrupulosas tentem imitar as apresentações e produtos. Aqui encontrará os identificadores que deve procurar.
É importante que compre os seus Habanos apenas em lojas reconhecidas e autorizadas.

O selo de garantia da república de cuba 

A primeira vez que se utilizou o Selo de Garantia foi em 1889 por intermédio de um Decreto Real, emitido por Sua Alteza, o Rei de Espanha. Depois em 1912, o governo independente de Cuba aprovou uma lei que autorizava a utilização de um novo design, semelhante ao que é usado hoje em dia. Em 1931 sofreu uma ligeira alteração, em 1999 a mudança foi mais radical, ao acrescentar-se um número de série de cor vermelha e um emblema que apenas é visível sob luz ultravioleta.

billete1mini

Selo de Garantia Nacional de Proveniência, 1912

billete3MINI

Selo de Garantia Nacional de Proveniência, 1999

billete2mini

Selo de Garantia Nacional de Proveniência, 2009

Por fim, em 2009 é introduzida uma nova versão com um holograma em cada selo, assim como um código de barras individualizado, que permite o rastreio de cada caixa de Habanos, da produção até à sua comercialização por cada distribuidor exclusivo de Habanos no mundo. O código de barras permite verificar a autenticidade de cada caixa entrando no sítio web de Habanos: www.habanos.com

Denominação de origem 

Desde 1994, todas as caixas levam o selo Habanos. É o indicador da Denominação de Origem Protegida que ampara estes charutos. Todas as caixas e petacas de Habanos levam este selo.

dop

Selo da Denominação de Origem Protegida (D.O.P.) Habanos

Selos dos importadores locais

Cada país ou região pode ter os seus próprios selos complementares, para constituir um filtro local suplementar contra as falsificações. Estas marcas são responsabilidade dos distribuidores exclusivos locais. Para mais informações dirija-se ao Especialista em Habanos mais próximo.

No fundo da caixa

Desde 1960, os fundos de todas as caixas de Habanos têm uma marca impressa com a inscrição “Hecho en Cuba”. Antes desta data, em certas ocasiões a inscrição aparecia em inglês (Made in Cuba). A partir de 1994, nos fundos das caixas também aparece uma marca estampada a quente que diz “Habanos S.A.”, nome da companhia que distribui os Habanos no mundo. Entre 1985 e 1994 o nome da companhia era “Cubatabaco”. Hoje em dia utilizam-se as seguintes marcações:

cajaabajo-tamTotalmente a Mano – Tripa Larga

Desde 1989, as caixas de Habanos clássicos, de Tripa Larga, têm um selo gravado a quente com a inscrição Totalmente a Mano.


cajaabajo-tcTotalmente a Mano – Tripa Corta

Nas caixas de Habanos de tripa corta pode ver-se a marca gravada a quente, com a inscrição Totalmente a Mano. A partir de 2002 acrescentaram-se as letras TC (Tripa Corta).

cajaabajo-mec

Existem ainda produtos que têm um selo gravado no qual figura o seguinte texto: “Habanos s.a. Hecho en  Cuba”, porém não inclui a frase – “Totalmente a Mano”.

Estes são charutos elaborados à máquina. Não são essencialmente produtos ao abrigo da Denominação de Origem Protegida (D.O.P.) Habanos. Na sua maioria são amparados pela Denominação de Origem Protegida (D.O.P.) “Cuba. Tabaco Mecanizado”.

Código da fábrica e data de embalagem

cajaabajo-fecha

Os fundos das caixas de Habanos apresentam dois selos de tinta. Um é o código secreto que nos indica que fábrica da indústria confeccionou os Habanos. O outro indica o mês e o ano em que foram colocados na caixa.

As datas não estão codificadas, sendo suficiente apresentarem o ano. O sistema começou no ano 2000 com “00”, depois “01” e assim sucessivamente.

Relativamente aos meses, os códigos são:

  • ENE (Janeiro)
  • FEB (Fevereiro)
  • MAR (Março)
  • ABR (Abril)
  • MAY (Maio)
  • JUN (Junho)
  • JUL (Julho)
  • AGO (Agosto)
  • SEP (Setembro)
  • OCT (Outubro)
  • NOV (Novembro)
  • DIC (Dezembro)

Um Habano melhora com o tempo, portanto a data é importante para os conhecedores.

Nota: Os selos de tinta que nos indicam a fábrica e a data de fabrico foram usados pela primeira vez nas caixas de Habanos em 1985, porém, ambos estavam em código.

Se quiser verificar a data de uma caixa elaborada entre 1985 e 1999 consulte a página 173 deste livro, ou dirija-se à sua loja autorizada de Habanos.




Conteúdo dispon´vel nos seguintes idiomas: